MEU MEDO
roteiro
direção de arte
design

Roteiro, co-produção, direção de arte e design do curta-metragem de animação “Meu Medo”, com direção de Murilo Hauser e desenvolvimento em 3d de Frederico Machuca.

O filme revisita as histórias de fantasmas contadas pelo meu avô, narrando os eventos de um dia na vida de um pequeno garoto, habitante solitário de uma casa esmagada entre edifícios de uma grande cidade. Seu cotidiano é subitamente alterado quando percebe sons estranhos – de algo que se arrasta e se debate – vindo das paredes de sua casa. Cria-se, a partir de então, entre a criança e esta misteriosa criatura, uma relação de crescente inquietude, pavor e estranha cumplicidade.

Apresento, abaixo, algumas das artes conceituais desenvolvidas como referências para a construção visual do filme: seu protagonista, o garoto de roupas simples, de aparência um tanto anacrônica e composição realista, em contraste com o rosto definido como uma delicada e estranha máscara; e seu cenário: a casa dos avós, de móveis fora do lugar, de caixas empilhadas, de objetos rearranjados para que um pequeno garoto pudesse usá-la.

 
 
 
 
 
 
 
 
1
1

A história apresentada no curta-metragem “Meu Medo” nasce do encontro do medo infantil da casa repleta de histórias de fantasmas, com o medo adulto de se estar sozinho – essa “máquina de moer lembranças”, em que a casa de interior da infância com os avós se espreme entre os prédios de uma vida adulta. O trabalho de direção de arte do filme é reflexo dessa relação desencontrada entre momentos da vida, do desejo por um sonho de infância, de retorno a esse lugar agora esvaziado, de tons envelhecidos, de memórias encostadas pelos cantos, guardadas em caixas. A passagem do tempo é marcada por pilhas e pilhas de jornais que servem, agora, para espiar o mundo lá de fora, ao qual se receia voltar.

O projeto teve apoio da Petrobras, com incentivo da Lei Rouanet, e participou de dezenas de festivais de cinema, nacionais e internacionais, recebendo, entre outros, os prêmios de melhor curta de animação nacional, no Curta Cinema, do Rio de Janeiro; melhor filme, pela crítica e pelo público, roteiro e direção, na Mostra Londrina de Cinema; e melhores direção de arte e roteiro, na Mostra Marília de Cinema.

Você pode assistir o filme aqui

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1
1
LAZARUS

LAZARUS

teatro: vídeo-cenários

CRIANOMICS

CRIANOMICS

identidade visual

FALA COMIGO DOCE COMO A CHUVA

FALA COMIGO DOCE COMO A CHUVA

teatro: design gráfico

CADA VEZ MAIS PERTO: CATÁLOGO

CADA VEZ MAIS PERTO: CATÁLOGO

catálogo: projeto gráfico

CADA VEZ MAIS PERTO

CADA VEZ MAIS PERTO

identidade visual

NOVOS MAFUÁS

NOVOS MAFUÁS

livro: projeto gráfico e design

SUPERSIMETRIA

SUPERSIMETRIA

disco: design gráfico

TIJUCÃO CULTURAL TRANSBORDA

TIJUCÃO CULTURAL TRANSBORDA

evento: catálogo digital

CHOVE

CHOVE

livro: concepção, imagens e design

CHOVE: EXPOSIÇÃO

CHOVE: EXPOSIÇÃO

projeto expográfico

CHOVE: OFICINA

CHOVE: OFICINA

oficina artística

QUEM VEM LÁ?

QUEM VEM LÁ?

disco: ilustrações e design

PEDRO OSMAR, PRÁ LIBERDADE QUE SE CONQUISTA

PEDRO OSMAR, PRÁ LIBERDADE QUE SE CONQUISTA

filme: direção de arte e design

RE-ROUPA

RE-ROUPA

identidade visual

MUCHA GALERIA

MUCHA GALERIA

identidade visual

LACUNA

LACUNA

identidade visual

QUANDO CHOVE TUDO SAI DO LUGAR

QUANDO CHOVE TUDO SAI DO LUGAR

fotografia

CITADINOS

CITADINOS

gravuras

CARVÃO

CARVÃO

disco: direção de arte e design

NÃO SE VIVE POR NADA

NÃO SE VIVE POR NADA

filme: design gráfico

LAHR

LAHR

identidade visual

UM CÉU PRA CADA QUANDO

UM CÉU PRA CADA QUANDO

fotografia

DE MAR E SILÊNCIO

DE MAR E SILÊNCIO

gravuras

O INCRÍVEL MENINO PRESO NA FOTOGRAFIA

O INCRÍVEL MENINO PRESO NA FOTOGRAFIA

teatro: design gráfico

MARION

MARION

livro-objeto: concepção e design

O LIVRO DO RISO E DO ESQUECIMENTO

O LIVRO DO RISO E DO ESQUECIMENTO

livro-objeto: concepção e design

ABAPORU

ABAPORU

identidade visual

GABRIELA MAZEPA

GABRIELA MAZEPA

identidade visual

ARTENOVE

ARTENOVE

identidade visual

PORTAS

PORTAS

publicação: concepção, imagens e design

AUSÊNCIAS

AUSÊNCIAS

publicação: concepção, imagens e design

AS CORDAS QUE PRENDEM AS SOMBRAS

AS CORDAS QUE PRENDEM AS SOMBRAS

fotografia

QUEBRA-CABEÇAS

QUEBRA-CABEÇAS

publicação: concepção, imagens e design

DIVAGAÇÕES

DIVAGAÇÕES

gravuras

O DESAPARECIMENTO DO ELEFANTE

O DESAPARECIMENTO DO ELEFANTE

teatro: vídeo-cenários

CHOVE: UMA NARRATIVA VISUAL

CHOVE: UMA NARRATIVA VISUAL

livro: concepção, imagens e design

DESENHOS DE CHUVA: DIA

DESENHOS DE CHUVA: DIA

gravuras

DESENHOS DE CHUVA: NOITE

DESENHOS DE CHUVA: NOITE

gravuras

DESACERTO

DESACERTO

filme: design gráfico

VASTA CIDADE, FESTA DE ALGUÉM

VASTA CIDADE, FESTA DE ALGUÉM

disco: imagens e design

ABAPORU

ABAPORU

identidade visual

CARLOS MOTTA E A VIDA

CARLOS MOTTA E A VIDA

livro: projeto gráfico

CAIXAPRETA

CAIXAPRETA

identidade visual

INVENÇÃO DE MOREL

INVENÇÃO DE MOREL

livro-objeto: concepção e design

A LADEIRA DA MEMÓRIA

A LADEIRA DA MEMÓRIA

intervenção urbana: concepção e design

MEU MEDO

MEU MEDO

filme: direção de arte e design

OS ALTRUÍSTAS

OS ALTRUÍSTAS

teatro: grafismos

ALL I NEED

ALL I NEED

filme: direção de arte

SILÊNCIO E SOMBRAS

SILÊNCIO E SOMBRAS

filme: direção de arte e design

LABIRINTO

LABIRINTO

gravuras / site: concepção, imagens e design

NÚCLEO P3

NÚCLEO P3

identidade visual

O CASTELO DO BARBAZUL

O CASTELO DO BARBAZUL

teatro: vídeo-cenários

AS NOIVAS DO BARBAZUL

AS NOIVAS DO BARBAZUL

gravuras

THOM PAIN – LADY GREY

THOM PAIN – LADY GREY

teatro: grafismos

DELÍRIOS

DELÍRIOS

gravuras

CICATRIZES

CICATRIZES

gravuras

PORCELANAS

PORCELANAS

gravuras

CÉREBROS

CÉREBROS

campanha: direção de arte e ilustrações